Todo empregador é responsável por manter o ambiente de trabalho saudável, bem como deve dispensar tratamento adequado aos colaboradores. Ainda que o empregador seja quem detém o poder de direção, não pode cometer exageros no trato com seus empregados. Recentemente, em Fortaleza, uma empresa foi demandada pela realização de uma espécie de “paredão”(no estilo do BBB – reality show), para que os empregados escolhessem quem seria o “eliminado” (demitido). A empresa foi condenada ao pagamento de indenização de 14 mil reais pela exposição humilhante da empregada. Diante disso, fica o exemplo e o alerta aos líderes e empregadores, pois aquele que extrapolar na condução de sua liderança poderá ser demandado em juízo e condenado ao pagamento de indenização. Por Sirleide Porto, é advogada e sócia responsável pelo Departamento Trabalhista do escritório Terras Gonçalves Advogados